sábado, 9 de abril de 2011

Caixa


Caixa 1

Uma caixa da autoria de Tomoko Fuse. Foi construída com papel vegetal colorido. Este papel permite que os vincos fiquem bem marcados mas um engano pode arruinar tudo.
 construir a tampa      
 
1. Recortar 8 quadrados de papel com 20 cm de lado. Para esta caixa usei dois tons diferentes.

 
2. Começar por dobrar o quadrado a meio, segundo a diagonal. Abrir.

 
3. Dobrar a meio na outra diagonal.
 
4. Dobrar o canto inferior para cima, usando o vinco feito anteriormente.
Dobrar a meio, segundo o vinco na vertical e abrir.

5. Fazer um vinco só na camada de cima, dobrando o canto superior para baixo. Abrir.

6. Dobrar para cima a parte de baixo, fazendo coincidir a linha da base com o vinco feito antes.
7. Abrir
8. Abrir tudo.
9.  Dobrar para dentro os cantos laterais.

10. Dobrar a meio, levando o canto inferior para cima até coincidir com o canto superior.

11. Dobrar a meio, lateralmente, usando o vinco vertical ao centro.
12. Dobrar a 45º de modo que o canto superior coincida com o canto do lado esquerdo.
13. Rodar 180º e abrir. Na camada superior, transformar a dobra em vale da diagonal numa dobra em monte.
14. Fechar o modelo de modo que a ponta da diagonal de cima vai para a direita, e a de baixo para a esquerda.

15. Aqui vemos o modelo depois de fechado.

16. Dobrar para o centro a ponta direita da camada superior. Fazer o mesmo na ponta esquerda da camada inferior
  
17. Unidade modular terminada. Acentuar os vincos das arestas laterais.


18. Outro aspecto da unidade modular.
Para a tampa vão ser precisas 4 unidades.
 Como acontece no origami modular, cada uma das unidades tem bolsas e abas de encaixe. Neste caso são as extremidades laterais dos módulos que têm essa dupla função  
montagem da tampa 
19. As quatro unidades que neste caso são de dois tons diferentes.

20. Vão encaixar desta forma, inserindo as extremidades nas bainhas laterais do módulo seguinte.

21. Pormenor do encaixe.

22. Com cuidado para não amassar o papel, vai-se fechando e ajustando o modelo até ficar com este aspecto.

  
23. Ajustar as extremidades no centro da tampa.

24. E também pelo interior.

25. Para fechar a espiral, dobrar ao meio uma das pontas para o centro.


26. Dobrar a segunda ponta que se sobrepõe à anterior.
  
27. Dobrar as duas pontas que faltam.


28. E encaixar a última por baixo da primeira.

29. A tampa está terminada.



construir a base 
30. Dobrar o quadrado a meio, nos dois sentidos.
Abrir.


31. Dobrar a meio a parte de cima. Abrir.

32. Dobrar a 45º os dois cantos superiores de forma a coincidirem com o vinco feito antes.


33. Dobrar o canto inferior direito a 45º de forma a coincidir com o mesmo vinco.
  
34. Dobrar a 45º o canto inferior esquerdo.

35. Dobrar para baixo a parte de cima segundo o vinco feito em 31.


36. Dobrar mais uma vez para baixo, segundo o vinco central.

37. Abrir a última dobra.
  
38. Dobrar a meio, lateralmente. Abrir.

39. Fazer um vinco, que vai na diagonal, desde o canto inferior esquerdo até ao vinco central.


40. Rodar a ponta direita para baixo e temos a unidade terminada.


Reforçar os vincos das arestas.
São precisas quatro unidades para fazer a base.
montagem da base1ª versão 
41.As quatro unidades, duas de cada cor.

42. Pormenor do encaixe.
A extremidade da unidade azul serve como bolsa. (fica por fora)

43. Encaixe até ao fim.

44. Três unidades. Nesta versão, ambas as extremidades da unidade azul servem como bolsas.
  
45. Base terminada. Vista interior.


46. Vista lateral.


47. Vista inferior.


2ª versãoNeste caso as extremidades pontiagudas servem como bolsas de encaixe 





3ª versãoNeste caso as extremidades pontiagudas servem como abas de encaixe
 




3 imagens da caixa completa 






©fermento2003

Nenhum comentário:

Postar um comentário