sábado, 25 de agosto de 2012

LEITURAS E OS SENTIDOS DO TEXTO


LEITURAS E OS SENTIDOS DO TEXTO

A concepção de Leitura é bem ampla, não basta saber ler temos que ter conhecimento do nosso código de linguagem, nosso alfabeto para poder interpretar o que esta lendo, dando o sentido necessário.
Escrever e ler são algo interligado. Quanto mais lemos, mas nos familiarizamos com nosso código de linguagem.
Lemos por vários motivos, por necessidade ou puro prazer.
Existem vários tipos de gêneros textuais que enriquecem nossa comunicação, facilitando nossa vida com sua imensa variedade. Alguns exemplos do dia-a-dia: quadrinhos, bilhete, receita, charge, resenha, carta entre outros.
Para que esta interpretação dos textos ou gêneros seja realizada da melhor forma possível precisamos de estratégias.
Como estratégia de leitura, cada um desenvolve a sua maneira de entender o que se esta lendo , é esperado do leitor que ele entenda e tenha capacidade de criticar, contradizer, ter uma estratégia de leitura é fundamental.
Como ler em voz alta, escrever o que se lê concentração, usar um dicionário de apoio.
Conhecer a língua, ou melhor, o código de linguagem é essencial.
- Leitura e produção do sentido.
Dependendo das condições e conhecimento sócio-cultural do leitor, essa interação pode ser melhor ou pior, um exemplo é uma pessoa com conhecimento em uma linguagem básica, ler um livro cheio de regras gramaticais se torna difícil de interpretar o que o autor quer dizer.
Procuramos em nossas próprias vivencias o sentido quando nos é apresentado um texto seja ele do gênero que for.
A leitura nos liga com o mundo, ela é fundamental. Não existe povo sem código de linguagem, através dele, nosso alfabeto, nos comunicamos com a nossa sociedade.
Nossa língua portuguesa é muito rica em sua linguagem gramatical. Cada texto tem seu sentido, através dos gêneros textuais que nos ajuda a diferenciar o seu significado.
A leitura é fundamental e nos faz viajar, nos ajuda a escrever melhor e conhecer cada vez mais o nosso código de linguagem.

Etapa 2 
Gêneros textuais são variadas formas de comunicação, em partes os gêneros existem em grande quantidade, são como praticas sócio -  comunicativas, dinâmicas e sofrem variações na sua constituição.
Os gêneros são formados por seqüências diferenciadas denominadas tipos textuais.
Os elementos que caracterizam os gêneros são: realizações lingüísticas concretas definidas por sócio – comunicativas; constituem textos empiricamente realizados cumprindo funções em situações comunicativas; sua nomeação abrange um conjunto limitado de categorias teóricas determinadas por aspectos lexicais, sintáticos, relações lógicas, tempo verbais; designações teóricas dos tipos: narração, argumentação, descrição, injunção, e exposição.
Podemos encontrar variados tipos de gêneros textuais como:
-receitas;
-anúncios publicitários;
-e-mail;
-carta;
-folder;
-resumo;
-historia em quadrinhos;
-piada;
-conto;
-lista;
-bula de remédio;
-poesia;
-crônica;
-resenha;
-sinopse;
-autidoor;
-mala direta;
-curriculum;
-fabula;
-certificado;
-convite;
-diário;
-blog;
-romance;
-orkut;
-vídeo - conferencia;
-fórum;
- entrevista;
-cardápio;
-horóscopo, e etc.
Segue alguns exemplos de gêneros textuais:
1-    Revista Veja – 03/03/2010 Resenha:
 Analise do texto: Expressa uma idéia sobre determinado tema, mas existe a mudança de titulo e opinião do resenhista.
 A resenha escolhida foi uma peça de teatro Corte Seco, na qual a critica do resenhista foi fraga, ele alega que foi valorizado o lado criativo e foi esquecido o lado da dramaturgia.
2-    Revista Veja – 03/03/2010
Sinopse

Analise do texto: A sinopse é u texto curto como uma ficha técnica, conta a historia de um filme, show, exposição, é um texto breve.
 A sinopse escolhida é sobre o show do Ney Mato Grosso que diz como será o show, o estilo, tempo, endereço, e informações interessantes para não se escolher nenhum programa no escuro.
3-    Revista Veja 03/03/2010
Propaganda 
Analise do texto: A propaganda escolhida é um gênero textual muito usado com a intenção de vender um produto ou uma idéia.
No caso da propaganda escolhida, é para divulgação de uma peça de teatro chamada “O Rei e Eu”, que esta muito bem distribuída falando apenas as coisas principais como local, telefone para contata entre outros.
4-    Revista Veja – 03/03/2010
Crônica
      Analise do texto: Historia de um fato real, as crônicas podem ser narrativas, políticas, humorísticas, filosóficas não importa o tema todas tratam de um fato atual.
      A crônica escolhida foi Outros Carnavais, que se trata da saudade dos velhos tempos em que carnaval era fantasia, brincadeira, onde as pessoas curtiam o momento, as marchinhas na sua delicadeza e alegria.
5-    Revista Veja 03/03/2010
Lista
     
Analise do texto: A lista é um gênero textual muito usado para a organização de alguma coisa, ou para não se esquecer de nada como: lista de aluno, lista de filmes, lista de compras entre outros.
      A lista escolhida fala das melhores peças em cartaz, o que é interessante pois o leitor pode escolher uma ótima peça nomeada pela maioria do publico que assistiu.

Estão faltando as imagens com os exemplos ,pena mais o conteúdo é ótimo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário